Psoríase na Nutrição Funcional

November 2, 2016

 

 

Psoríase é uma doença de pele que se caracteriza pelo aparecimento de lesões avermelhadas e descamativas, em geral com casca esbranquiçada que se localizam preferencialmente junto à raiz dos cabelos, nos cotovelos e nos joelhos. Por ser uma doença crônica, uma vez manifesta, precisa ser tratada pela vida toda. Embora às vezes desapareçam completamente, as lesões podem reaparecer de tempos em tempos, em especial, no inverno.

É uma doença autoimune, inflamatória, mediada pelas células T, dependente de um componente genético e subordinada a fatores ambientais que promovem a formação de uma resposta imune contra auto-antígenos desconhecidos na pele e nas articulações. As doenças autoimunes e inflamatórias estão vinculadas a um componente genético e ao meio ambiente, tendo como fator desencadeador o estresse, a presença de vírus, bactérias e, no caso da psoríase, até mesmo uma sensibilidade ao glúten, dependendo da individualidade bioquímica de cada paciente.

Como a alimentação pode ajudar? Normalmente encontramos em exame de sangue anticorpo anti-gliadina alto, então a retirada do glúten da dieta ajudaria na melhora das lesões. Outro alimento que podemos pensar são os ricos em ômega 3 (peixes, linhaça, chia) que ajudaria reduzindo inflamação. Assim como alimentos ricos em Antocianinas (repolho roxo, mirtilo, jabuticaba, uvas, açaí), ricos em flavonóides (morango, framboesa, amora, melancia…), podem trazer benefícios. A vitamina D (peixes e gema de ovo) e a exposição ao sol também fazem parte das recomendações nutricionais.

Dependendo do paciente, é recomendado um plano alimentar detox, para eliminar as toxinas e reequilibrar o organismo.

 

*** Felicidade Faz Parte da Dieta***

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Destaques

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes

01/02/2020

Please reload

Arquivos